Curiosidades

Home » Curiosidades » Impressão Digital com Adição de Halogênio

Impressão Digital com Adição de Halogênio

26/08/2016

 Objetivo

 Estudar uma reação química de adição.

  •  Material utilizado
  • Bastão de vidro
  • Erlenmeyer 100 ml
  • Tela de amianto
  • Tira de papel
  • Tripé metálico
  • Bico de Bunsen

Reagente

 Iodo (I2).

 Procedimento

  1.  Imprima (pegue) sua digital numa das extremidades do papel.
  2. Aqueça levemente o erlenmeyer, segurando-o pela borda.
  3. Após o aquecimento, coloque alguns cristais de iodo (I2).
  4. Espere a formação dos vapores de I2 e coloque a tira de papel com sua digital imersa nesses vapores.
  5. Aguarde uns 30 segundos.

Como o bastão de vidro retire o papel e observe a digital impressa.

(Se quiser preservá-la, envolva-a com uma fita adesiva transparente).

Observações

 Nunca respire os vapores (gases) de iodo, sempre utilize uma capela ou lugares ventilados.

Comentário:

Várias substâncias químicas são liberadas através da transpiração: óleos, ácido graxos, cloreto de sódio, etc.

Ao imprimir sua digital, partes dessas substâncias oleosas são deixadas no papel. Os óleos são formados por uma mistura de ésteres de cadeia longa. Nessa mistura encontram-se cadeias insaturadas, tornando possível a formação de um composto marrom-escuro através da adição de iodo. Se nessa mistura houver um predomínio de cadeia insaturada, o material é sólido à temperatura ambiente e seria chamado mais corretamente de gordura.

Evandro Trindade

Administrador do Quimicando, formado em Técnico em Química e esta cursando Analise e Desenvolvimento de Sistemas, um grande admirador por analises químicas e métodos analíticos, hoje também por programação, design e desenvolvimento web.

0 Comentário

Deixe o seu comentário!