Análises Instrumentais

Home » Análises Instrumentais » Tipos de métodos instrumentais

Tipos de métodos instrumentais

11/10/2016

A química analítica trata de métodos para a determinação da composição química de amostras. Um método qualitativo fornece informações sobre a identidade das espécies atômicas ou moleculares da matéria; um método quantitativo fornece informações numéricas, tais como as quantidades relativas de um ou mais componentes.

Os principais métodos empregados na análise quantitativa estão baseados:

  • No desempenho quantitativo de reações químicas apropriadas, seja pela medição do reagente necessário para completar a reação (análise volumétrica), seja pela determinação da quantidade de produto obtido na reação (análise gravimétrica).
  • Em medições elétricas apropriadas (por exemplo, potenciometria).
  • Na medição de certas propriedades ópticas (por exemplo, espectrofotometria de absorção).

Assim, temos:

Métodos Instrumentais Elétricos: envolvem a medição de corrente, de voltagem (tensão), ou de resistência, em função da concentração de certa espécie em solução. As técnicas que podem se incluídas nessa categoria são:

  • Potenciometria (medida do potencial de um eletrodo em equilíbrio com um íon a ser determinado);
  • Condutimetria (medida da condutividade elétrica de uma solução);
  • Eletrogravimetria (pesagem do depósito sólido de um eletrodo decorrente da eletrólise da solução).

Métodos Instrumentais Óticos: dependem ou da medição da quantidade de energia radiante de certo comprimento de onda que é absorvida pela amostra (métodos de absorção), ou da emissão de energia radiante e da medição da quantidade emitida com um certo comprimento de onda (métodos de emissão). Podem ser divididos em:


 Métodos óticos de absorção de luz:

  • Espectrofotometria no visível (colorimetria);
  • Espectrofotometria no ultravioleta
  • Espectrofotometria no infravermelho.
  • Espectroscopia de absorção atômica: envolve atomização da amostra (pulverização de uma solução da amostra numa chama) seguida pela determinação da quantidade de luz absorvida.
  • Turbidimetria: determina a quantidade de luz absorvida por uma suspensão.

 Métodos óticos de emissão de luz:

Envolvem o tratamento da amostra pelo calor ou pela eletricidade, de modo que os átomos são promovidos a estados excitados que proporcionam a emissão de energia; mede-se a intensidade desta energia emitida. As técnicas usuais da excitação são:

  • Espectroscopia de emissão, na qual a amostra é sujeita a um arco elétrico ou a uma centelha e examina-se a luz emitida;
  • Fotometria de chama, na qual uma solução da amostra é injetada numa chama;
  • Fluorimetria, em que uma substância conveniente em solução (comumente um complexo de reagente fluorescente com um metal) é excitada pela irradiação com luz visível ou ultravioleta.

Métodos Instrumentais de Separação: a Cromatografia é um processo de separação empregado para separar as substâncias de um mistura, amplamente utilizada para identificar componentes de um mistura e determiná-los quantitativamente. Aplica-se a técnica de separação em que os componentes da solução passam através de uma coluna em velocidades diferentes. A coluna está cheia de um recheio de sólido finamente dividido (usa-se pó de celulose, sílica-gel e alumina) ou de um liquido. Introduzindo-se a solução amostra na coluna junto com um solvente apropriado, os componentes da amostra podem ser separados por adsorção ou partição, em tempos diferentes. Esta técnica pode ser realizada por via úmida (método clássico) ou por via instrumental (automatizada).

Instrumentais para Análise

Um instrumento para análise química converte a informação armazenada nas características físicas e químicas do analito em um determinado tipo de informação, que pode ser manipulada ou interpretada pelo homem. Geralmente, os instrumentos para análise química compreendem alguns componentes básicos, como os da tabela 3.

componentes-instrumentais

Evandro Trindade

Administrador do Quimicando, formado em Técnico em Química e esta cursando Analise e Desenvolvimento de Sistemas, um grande admirador por analises químicas e métodos analíticos, hoje também por programação, design e desenvolvimento web.

0 Comentário

Deixe o seu comentário!